domingo, 13 de agosto de 2017

Fórum de Trajano

O Fórum de Traiano

O Fórum de Traiano é o mais majestoso dos fóruns, construído entre os anos de 107 e 113, após a conquista da Dácia, que hoje chamamos Romênia. Conhecemos o nome de seu arquiteto, Apolodoro, um grego genial de Damasco, que projetou várias obras para Traiano. A visita a estes fóruns dá-se separadamente dos Fóruns Imperiais e da zona arqueológica visitada normalmente no tour Roma Antiga.

Foro De Trajano visto do Altar da Pátria

História e aquitetura do Fórum de Traiano

Decébalo,  rei dos dácios, tinha invadido territórios germânicos do Império, Traiano viu-se obrigado a defendê-los. Rapidamente Traiano contornou a situação e manteve Decébalo no trono, como vassalo.
Dois anos depois, Decébalo revoltou-se mais uma vez contra o Império, mas desta vez Traiano não o perdoou.


As jazidas de ouro da Transilvânia trouxeram um patrimônio inestimável ao império e os jogos celebrados por Traiano para comemorar a vitória contaram com quatro meses de circo sem pausa e a presença de 10.000 gladiadores. Traiano iniciou uma bateria de obras públicas que fizeram a fama do seu reinado até os nossos dias.


A obra "faraônica" de Traiano para comemorar a vitória sobre a Dácia era composta por um Fórum, uma basílica e o grande hemiciclo denominado "Mercado Traiano', num total de 275.000 m².

Para a construção deste fórum o terreno teve que ser nivelado, desmontando parte da colina Quirinal.

A extensão do fórum era uma área de 300 x 185m, circundada por duas bibliotecas (uma em grego e uma em latim) e uma basílica. A "basílica Ulpia" (assim conhecida pelo nome do imperador ser Marco Ulpio Traiano) era a maior construída até então: 170m de comprimento por 60m de largura e 40m de altura, divididos em cinco naves.

Passeando na via Biberatica noite
O material principal de construção utilizado foi o tijolo. Tudo era revestido por mármores.
O pavimento era em mármore com decoração geométrica, e das colunas que chegaram até nós, temos o mármore cipollino e granito cinza. Não faltava uma estátua equestre de Traiano no centro do fórum. Grande parte da decoração era feita em bronze com acabamento dourado.

No interior da basílica aconteciam julgamentos, atividades comerciais e a cerimônia da libertação dos escravos ("Atrium Libertatis").

Fórum de Trajano na Primavera

Também não faltou a urna de ouro com os restos mortais do grande imperador na base da Coluna Trajana - corrompida no seu significado original com a estátua de São Pedro no alto (que inspirou monumentos como a Colonna Vendôme de Paris ou as colunas da Karlskirche de Viena), colocada por ordem do Papa Sisto V.


Durante a Idade Média os espaços do Fórum de Trajano foram transformados e utilizados como residências, igrejas e monastérios. No século XVI foi criado um bairro chamado "Quartiere Alessandrino", para nós um lugar muito importante, pois foi aqui que Michelangelo viveu e trabalhou em Roma!

Reconstrução do interior da basílica do Forum de Traiano

Mercado de Traiano

O Mercado de Traiano se desenvolvia em diversos andares sobre terraços cavados na colina do Quirinal.

Mercado Traiano, vista do grande Hemiciclo

Era composto por duas estruturas semi-circulares e um enorme salão, chamado "Aula". Este espaço era dividido em uma enorme quantidade de espaços menores ligados por corredores em uma espécie de labirinto que supostamente serviam para o comércio de mercadorias. O material de construção principal utilizado foi o tijolo.

Salão central dos Mercados Traianos

O piso destes ambientes era coberto por um mosaico preto de pedras muito rígidas para garantir a impermeabilidade.

Entre o grande hemiciclo e o resto das estruturas terraçadas corre uma rua que se chama Via Biberatica, onde podemos caminhar hoje!

Aqui acontecem exposições temporâneas de arte antiga mas também de arte contemporânea. Os ambientes têm a capacidade de valorizar tudo o que aqui é exibido.



O "Mercado de Traiano"  hoje é uma área arqueológica à parte, com bilhete separado do Fórum Romano.
Área arqueológica do Mercado de Traiano
Via Quattro Novembre, 94
Todos os dias: 9.30-19.30 
24 e 31 de dezembro: 9.30-14.00
Intero € 13 Meia € 11  

Bibliografia
"Guida archeologica di Roma", Prof. F. Coarelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário