terça-feira, 10 de junho de 2014

Os palácios Vaticanos

Para entender melhor a interessante história dos Museus Vaticanos, é legal saber por que os Papas começaram a construir edifícios nos arredores da Basílica de São Pedro (para a Basílica de São Pedro vejas os posts http://guiaderoma.blogspot.it/2012/02/antiga-basilica-de-sao-pedro-chamada.html e http://guiaderoma.blogspot.it/2011/01/tesouros-da-basilica-de-sao-pedro.html ).

Guia de Turismo: visite os Museus Vaticanos com uma guia que fala portugues!
Cortile della Pigna - Pátio da pinha

Muito provavelmente os primeiros edifícios foram construídos já pelo Papa Símaco (498 - 514), quando ele teve que se esconder das trupas da fracção do senado, que não aceitou a decisão do clero de elegê-lo como Papa, e se reuniu na Basílica de Santa Maria Maggiore para eleger como Papa Lourenço, arciprete da Basílica de Santa Prassede, pela sua simpatia pelos bizantinos. O senado conseguiu expulsar Papa Símaco do Palácio Latrão (oficial residência dos papas), dar o poder a Lourenço, e foi aí que o nosso papa sem residência oficial iniciou algumas construções de caráter residencial nos arredores da basílica de São Pedro.

Guia de Turismo: visite os Museus Vaticanos com uma guia que fala portugues!
Cortile della Pigna com a escultura de Arnaldo Pomodoro

Só para concluir as várias obras de Papa Símaco, ele contribuiu a embelezar a Basílica de São Pedro, construiu uma basílica dedicada à Santa Agnes na Via Aurélia, uma igreja dedicada a Santo André nos arredores de São Pedro, reconstruiu completamente a igreja de São Silvestro e Martinho Aos Montes e contribuiu a melhorar a construção das catacumbas da Via Salaria. Este papa também construiu abrigos para os pobres nos arredores de São Pedro.

Guia de Turismo: visite os Museus Vaticanos com uma guia que fala portugues!
O grande nicho de Pirro Ligorio (1565) com a pigna e os pavões

Nicolau III (1277-1280), de origem nobre 200%, com um grande sobrenome, Orsini Gaetani, (post sobre os Gaetani: Jardim de Ninfa http://guiaderoma.blogspot.it/2014/02/o-jardim-de-ninfa.html e Burgo Medieval de Sermoneta http://guiaderoma.blogspot.it/2014/02/burgo-medieval-de-sermoneta.html) mandou restaurar o Palácio de São João em Latrão e os edifícios do Vaticano, além de fazer planos de construir um forte para protegê-lo; este forte foi realizado parcialmente.

Nicolau V (que se chamava Tommaso Parentucelli e teve seu papado entre 1447e1455) realizou inúmeras obras em Roma e no Vaticano, transformando o interior dos palácios e abrindo um leque de possibilidades e inspirando seus sucessores, tanto que em 1452 o gênio Leon Batista Alberti dedicou a este papa seu tratado de arquitetura De re aedificatoria, texto este que interpretava as lições dos antigos romanos e do período medieval, transformando-a em uma obra prima da cultura humanista!
Digna de nota, foi a concepção da Biblioteca Apostólica, uma enorme coleção de antigos manuscritos; além de abri-la a estudiosos em uma sala ao lado do Cortile dei Pappagalli (ou Pátio dos Papagaios em português); dos 350 manuscritos do tempo em que os papas viveram em Avignon, o número destas preciosidades chegou a 1200 por obra de Nicolau V.

Sisto IV Della Rovere (papado de 1471 a 1484) construção da famosíssima Capela Sistina e realizou obras de extrema importância para Roma que vemos e admiramos ainda nos dias de hoje! Entre as construções mais importantes, temos: os afrescos da Capela Nicolina de Fra Angelico, o restauro do aqueoduto de água Virgem, a re-urbanização do bairro de Borgo (nos arredores do Vaticano) e o ampliamento da Basílica de São Pedro.

Guia de Turismo: visite os Museus Vaticanos com uma guia que fala portugues!
A emocionante escada que leva à Capela Sistina...

Inocêncio VIII (1484 - 1492) mandou contruir a 200m da Capela Sistina a sua residência de verão, o Palácio do Belvedere.
Aqui vai uma notícia nada a ver com os edifícios do Vaticano, mas que não posso deixar de contar pra você, caro leitor: segundo novos estudos de história, este papa foi importantíssimo na empresa de Cristóvão Colombo em descobrir a América. Ambos genoveses, Inocêncio VIII subvencionou parte da aventura de Colombo, e ainda o aconselhou e protegeu, encaminhando-o para o administrador dos seus bens para conseguir ainda mais fundos para a grande viagem; o banqueiro era, surpresa-surpresa, também genovês.

Alguns historiadores têm pensado que o descoberta da América foi uma empresa genovesa e não espanhola, pois se você olhar bem a data de morte de Inocêncio VIII, vai na hora acender uma lampadinha da tua cabeça, relacionando-a à data da descoberta da América. E olha só que coisa, o próximo papa foi Alessandro VI, o famoso papa Borgia, um espanhol...

Alessandro VI (1492-1503) mandou construir uma torre, a famosa Torre Borgia, sobre a construção de Sisto IV, que se transformaram nos Apartamentos Borgia.

... e não acaba aqui. Volte logo mais para ler a continuação!

Para compreender Roma são necesessários anos de estudo de arte, arquitetura e arqueologia e outros tantos anos para aprofundar este conhecimento e escrever artigos como este. Escolha uma guia profissional pois ela fará uma grande diferença na sua estadia.

De brasileiros para brasileiros na Itália: reserve aqui a sua guia de turismo que fala português.

Nenhum comentário:

Postar um comentário