sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Termas de Caracalla

"Banhos, vinhos e amores: acabam com o nosso corpo, mas são a essência da vida... banhos, vinhos e amores"
epitáfio em tumba romana

Arqueologia em Roma: As Termas de Caracalla

Termas de Caracalla com guia em português

Nas casas das famílias mais ricas na Roma Antiga no III século a.C. ja existia a possibilidade de se "lavar". O famoso "banho de gato" era feito com uma certa frequência, mas a lavagem total do corpo parece que acontecia uma vez a cada 9 dias, quando tinha o "mercado" (feira) - sendo muito frequente durante o verão nos lagos e rios.

As Termas de Caracalla (cujo nome oficial era "Thermae Antoninianae"). Construídas entre  212 e 217 d.C., as ruínas destas termas merecem ser visitadas pelo seu tamanho e excelente estado de conservação!

Termas de Caracalla de noite
Essas ruínas são o que a gente vê hoje - foto de Marcelo, que ama Roma e fez comigo o passeio noturno

História e arquitetura das Termas de Caracalla

A dimensão monumental deste complexo è de 337m x 328m, numa área de 20 héctares, com capacidade pra acolher até 1.500 pessoas! E toda essa multidão estava lá só pra tomar banho?! Não, como sabe-se, os romanos eram bons vivans, e além de 3 piscinas (inclusive uma de água quente!), área para ginástica, sauna, 2 bibliotecas, jardins bem cuidados... bebia-se vinho, homens ricos fechavam negócios, faziam-se massageear e prostitutas circulavam por aquelas bandas também...

Mosaico do piso das Termas de Caracalla
Mosaico do interior das Termas de Caracalla
O preço da entrada era de 1 quadrans ( 0,75 euro) e as mulheres também podiam frequentar as termas, pagando um preço um pouquinho mais alto... em algumas estruturas, homens e mulheres tinham áreas separadas, ou em outros casos, horários diferentes.

Decoração do piso das Termas de Caracalla
 Mais mosaicos do interior das Termas de Caracalla

Durante o período Imperial, este modo de diversão se tornou muito popular e ir às termas virou um hábito quotidiano dos romanos, que logo foi utilizado pelos os políticos como estratégia para ganhar votos, através do pagamento da gestão das estruturas ou fazendo com que a entrada fosse gratuita.

TerTermas de Caracalla de noite
Termas de Caracalla, foto de Marcelo

Embaixo das Termas de Caracalla encontrou-se uma enorme rede de túneis, através dos quais os carros com os cavalos forneciam a legna para o aquecimento das piscinas de água quente, e também o maior Mitreu da cidade de Roma - talvez seja o maior do inteiro Império!

Pistotello, instalação nas Termas de Caracalla
Instalação de Pistoletto no interior das Terma

No ano 538, os Godos de Witigis danificaram os acqueodutos que fornivam água às termas e desde então a estrutura fechou.

Para fazer um tour na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento. 

Termas de Caracalla de noite
Termas de Caracalla, foto de Marcelo

Mas se você gosta mesmo de arqueologia, não perca a oportunidade de visitar com uma guia de turismo o Teatro de Ostia Antiga e a cidade onde ele foi construido! http://guiaderoma.blogspot.it/2013/12/ostia-antica.html

Para compreender Roma são necesessários anos de estudo de arte, arquitetura e arqueologia e outros tantos anos para aprofundar este conhecimento e escrever artigos como este. Escolha uma guia profissional pois ela fará uma grande diferença na sua estadia.

"Restaurante"na cidade de Ostia Antiga
 Capitólio de Ostia Antiga

Endereço:
Viale Terme di Caracalla, 52

Horário:
- de 1 Setembro ao 30 Setembro: 9-19:00
- de 1 Outubre ao sábado antes do último domingo do mês de Outbro: 9-18:30
- último domingo de Outubro ao dia 15 de Fevereiro: 9-16:30
- do dia 16 Fevereiro ao dia 15 Março: 9-17:00
- do dia 16 de Março ao sábado antes do último domingo do mês de Março: 9-17:30
- último domingo do mês de Marzo ao 31 de Agosto: 9-19:30

Entrada: 2013 : € 7,00 (venda de tickets acaba 1 hora antes do horário em que fecha o sítio arqueológico)
Ônibus: 118 – 160 – 628  ou Metrô Linha B, parada Circo Massimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário