sexta-feira, 19 de maio de 2017

Três tetos dos Museus Vaticanos

Galeria dos Mapas, teto

Visitar os Museus Vaticanos é uma experiência incrível, pois é uma oportunidade de passear nos palácios dos Papas, conjunto de edifícios que tem a sua origem no VI século e que adquiriram grande importância a partir do retorno dos papas de Avignon, em 1377.

Muitos afrescos dos tetos dos corredores dos papas são a grande surpresa para quem vem pela primeira vez à Roma para ver a Capela Sistina, ou as Salas de Rafael.

Galeria dos Mapas, São Francisco recebe as estigmas

Na sala dedicada a Apolo e às Musas (onde está exposto o famoso Torso do Belvedere), temos várias esculturas em mármore que vêm de diferentes mansões romanas antigas com representações de Apolo, diferentes musas inspiradoras e filósofos.

O afresco é de Tommaso Conca, que cresceu na oficina de pintura do tio, considerado um pintor caravaggescoSebastião Conca, cujos afrescos vemos em várias igrejas de Roma (Santa Cecilia, São Clemente).

Três tetos dos Museus Vaticanos

O tema dos afrescos desta sala também se referem à estórias do deus pagão, Mársia e às suas acompanhantes, em clima do Barroco tardio, anunciando o classicismo romano. Essa sala dos museus, por não ser de proporções gigantescas, é a primeira que nos envolve completamente com esculturas de valor inestimável, e dadas às suas dimensões e forma, nos convida à observar o teto com anteção.

Sala de Apolo e das Musas

Uma curiosidade é a Galeria dos Candelabros, sala dedicada ao Papa Leão XIII, descrito como “o papa da Revolução Industrial” e o primeiro que refletiu sobre a função social da instituição Igreja: aqui temos afrescos de Domenico Torti e Ludovico Seitz que representam este papa e uma máquina fotográfica, pois ele foi o primeiro papa a ser fotografado! Ééééé, os papas sempre estiveram a par dos grandes acontecimentos e não podiam deixar de registrar este fato em maneira monumental!

Galeria dos Candelabros

Galeria dos Candelabros
 
Outros afrescos que impressionam muito o visitante são os falsos relevos da Galeria das Tapeçarias, que foram realizados por ordem de Pio VI, em 1789, com alegorias do seu pontificado.

Afresco da Sala dos Candelabros, com Leão XIII

E se até aqui estamos já de boca aberta, a Galeria dos Mapas será responsável por uma das maiores emoções dos Museus, pois seu teto é decorado por uma combinação de figuras em gesso e afrescos que representam milagres que aconteceram em várias regiões da Itália, realizados por Cesare Nebbia e Girolamo Muziano, por ordem do Papa Gregório XIII Buoncompagni.

Afresco da Galeria dos Mapas

Afresco de Três tetos dos Museus Vaticanos

Certifique-se de ter um bom profissional que o acompanhe aos museus para que a sua experiência e da sua família neste lugar tão especial seja inesquecível. http://www.guiabrasileiraemroma.com.br/contato

2 comentários:

  1. Grande Patrícia. Sempre trazendo conhecimento. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Grande Patrícia. Sempre trazendo conhecimento. Parabéns.

    ResponderExcluir