segunda-feira, 30 de maio de 2016

A arte do micromosaico

A excelência da mão de obra italiana é reconhecida no mundo inteiro, e foi assim que Megan Mahan veio para em Roma, após acabar seus estudos em História da Arte. Megan estudou “Conservação dos Bens Culturais” e Mosaico com um maestro da Escola Vaticana de Mosaico, isto é, o máximo de refinamento e técnica nesta matéria.


Como todo bom artista, Megan desenvolveu a sua personalidade artística ao longo dos anos, especialmente no campo das jóias contemporâneas, aplicando a técnica do micromosaico.


As peças em prata são desenhadas por ela mesma, que num segundo momento são preenchidas pelas microscópicas pastilhas. 

 

A fusão do vidro e criação de novas cores é uma das experiências mais mágicas que já vi e denota o alto nível da manualidade com a flama, pigmentos e tempo dos materiais envolvidos.


É um trabalho que além de competência exige muita paciência, pois a pasta vítrea utilizada pela artista é confeccionada por ela mesma e deve repousar por um inteiro ano antes de ser utilizada; naturalmente todo o seu material, o que naturalmente exige tempo pois é literalmente criado com as sas próprias mãos, que desenha, modela e realiza a fusão, mantendo viva e utilizando em modo extremamente pessoal esta técnica milenar que nasce do mosaico.

Demonstração na Associação Cultural Esthia

Megan tem uma coleção de jóias e faz trabalhos sob encomenda (como os girassóis do Van Gogh acima). Para encontrá-la em Roma e ver o seu trabalho, basta escrever um e-mail e marcar uma hora.

Demonstração na Associação Cultural Esthia

Gilbert Spaniel, Spaniel di Aguatti, 10 x15 cm

Site pessoal: www.meganmahan.com
Marque um encontro: patcarmobaltazar arroba gmail.com

Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário