domingo, 26 de julho de 2015

Especial Sicília - Catânia

"(...) Vemos aqui o amor da natureza pelo colorido: como ela se diverte em produzir uma lava azul, cinza e preta e sobre ela esparramar um musgo amarelo e espesso que serve de chão à uma bela suculenta vermelha, que por sua vez cresce exuberantemente rodeada por outras lindas flores violetas. (...)"
Catânia, 1° de Maio de 1787. Goethe, Italieniesche Reise, tradução livre minha 

É uma emoção indescritível chegar em Catânia de avião, observar sob diferentes ângulos essa enorme presença que é o Etna, e os campos cultivados que imediatamente nos lembram das maravilhosas especialidades culinárias da região que vamos logo saborear!

E é do exótico café-da-manhã que começamos a nossa reunião de trabalho com a nossa guia!

Tour gastronomico Catania
Café da manhã siciliano: café, granita de amêndoas e brioche.

Marcada pelo barroco, depois do fatídico terremoto de 1693, que destruiu a cidade e boa parte do Vale de Noto, Catânia  é a segunda maior cidade da Sicília e fica a 28km da cratera central do vulcão.

Típica é a feira da cidade, com a grande oferta de peixe, o Duomo com seu elefante alla Bernini e os símbolos da santa padroeira da cidade no topo do obelisco, a folha de palmeira e as flores de lírio.

Tour português centro histórico Catania
O elefantinho de Catânia

Tour português centro-histórico Catania
A nossa fantástica guia que fala português!

Tour português centro histórico Catania
Tivemos a sorte de pegar um pianista tocando no meio da praça!

Quase não perceberemos os sacos escrotais do paquiderme, inseridos após a insistente solicitação da população - a nossa guia nos explica que elefantes possuem estes órgãos internos, mas quando o monumento foi realizado, prevaleceu o desejo fantasioso do povo sobre a anatomia de precisão do artista Vaccarini!

Tour português centro histórico Catania
Explorando vielas perto da universidade, a mais antiga da Sicília, fundada em 1434. 

A catedral, dedicada à Santa Ágata e reconstruída na metade do século XVIII sobre restos de termas romanas, tinha sido originalmente construída pelos normanos, no XI ° século. De novo temos uma obraprima do Vaccarini. Aos devotos da santa ou curiosos, escolham Fevereiro para vir à Catânia por causa da Festa de Sant'Agata. Fevereiro também será um mês interessante para quem tem vontade de fazer um trekking no Etna!

Tour português centro histórico Catania
A fachada da catedral

Tour português centro histórico Catania
Foto da Festa de Sant'Agata, em 2014, gentileza da equipe de Catânia

Dignos de nota dentro da catedral são o excelente resultado do restauro do século XX, que removeu a decoração em gesso do século XIX e as telas de Guglielmo Borremans, pintor holandês, conhecido como Fiammingo.

Na nave direita, temos a pia batismal com um afresco de Giovanni Tuccari e no segundo pilar, a sepultura de Vincenzo Bellini (que morreu em Paris com apenas 34 anos). Seguindo ao fundo a nave da direita, o portal de entrada em mármore da Capela da Virgem, do século XVI do Mazzolo (1545). A Capela da Santa Ágata é uma das atrações principais com as estruturas em prata com acabamento dourado e que contém as relíquias da santa - um trabalho do final do século XIV do senês Giovanni Di Bartolo. A ábside é decorada com um entalho do final do século XVI do napolitano Scipioni di Guido, com histórias da vida, martírio e transporte das santas relíquias de Constantinopla à Catânia.

A deliciosa e fresca (no verão super quente!) fonte do Amenano, é um trabalho do escultor Tito Angelini, de 1867 e é exatamente a passagem da praça do Duomo à famosa feira da cidade.

Tour português centro histórico Catania
A fonte do rio Amenano

À medida que o calor aumentava chegamos na frente do Castelo Ursino, construído por Frederico II e minha pressão abaixava, fui salva pela minha guia quando me ofereceu um Seltz, uma bebida com suco de limão, água com muito gás e sal!

Tour português centro histórico Catania
Seltz, que maravilha de receita para 
pesoas com pressão baixa!

Tour português centro histórico Catania
O castelo Ursino, construído na primeira metade do século XIII

Muros com 30m de altura e 2m de largura, o castelo realizado com um esquema geométrico, é considerada um emblema da arquitetura racionalista normanda. Desde 1934 esta esplêndida estrutura é a sede do museu da comuna, com esculturas gregas importantíssimas, como um busto de Meleagro de Skopas (cópia romana), um Doríforo de Policleto, uma cópia da Afrodite de Praxíteles, monumentos paleocristãos, como afrescos de catacumbas (Domitila, de Roma -!-), epigrafia grega e latina, esculturas importantes da Idade Média e do Renascimento, uma coleção numismática, e telas do século XVIII.

Um bom programa para integrar os ricos intinerários culturais são os trekkings no Etna, uma verdadeira entidade da cidade! Escreva um email para patcarmobaltazar arroba gmail.com para intinerários no vulcão.

Tour português centro histórico Catania
Experiência inesquecível: trekking e por-do-sol no Etna

Tour português centro histórico Catania
Pausa durante a caminhada no cenário lunático do Etna!

Tour português praia Siracusa
O sul de Catânia tem praias com uma água onírica!

Espero ter conseguido informar um pouco sobre a preciosidade desta região, que é rica demais para ser vista rapidamente e merece pelo menos 12 dias! 

Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.


A Sicília é ainda melhor, se acompanhada por uma guia que fala portguês.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Especial Sicília - Siracusa

Esse Oráculo de Delphi devia saber tudo mesmo, pois indicou um verdadeiro paraíso aos colonizadores de Corinto aonde fundar a segunda nova cidade da península, no VIII século antes de Cristo: um porto tão perfeito, que parece um lago, uma ilha que facilitava a proteção contra inimigos, um solo fértil como nenhum grego ainda tinha tocado... e uma fonte de água doce fresca, que ainda hoje é ativa.
Estamos falando de Siracusa.
Tour português centro histórico Siracusa
Teatro Grego, Siracusa

Tour português Siracusa
A nossa guia conta...

A cidade de 120 mil habitantes de hoje não deixa passar despercebida a riqueza da sua história, que começa nas testemunhas das necrópoles do XIV século a.C., passa pela colonização grega e seus templos, para depois ser conquistada por romanos, árabes e normandos e assim "sofrer" ou "ser presenteada" por uma herança cultural que é rica como um mosaico e representa um patrimônio sem comparações.

Tour português área arqueológica Siracusa
Latomia do Paraíso e seus limoeiros

Escolhemos a preciosa área arqueológica, com o Teatro Romano, o Teatro Grego, a Orelha de Dionísio e a Latomia do Paraíso para começar. Incrível o massiço altar entre os dois teatros, que nos dá a dimensão da importância de Siracusa no passado áureo. Do alto do Teatro Grego, podemos ver pela primeira vez o panorama com o porto ao fundo - imagem de rara beleza com sabor forte de antigo e aroma de pinheiros, ciprestes, limoeiros e oleandros. Interessante ouvir da nossa guia os detalhes sobre as técnicas da construção do teatro, da mineiração dos gregos e das lendas ligadas a esse lugar. 

Valeu a pena esperar tanto para conhecer uma guia tão especial, que é siracusana e aprendeu a falar português no Rio de Janeiro, especialmente para cuidar do viajante de língua portuguesa!
Tour português Siracusa
O antigo altar de Sacrifícios

Tour português área arqueolóogica Siracusa
Dentro da orelha - Orecchio di Dionisio

O passeio segue para o centro, onde percorremos a ilha "prometida", Ortigia.
Tour português área aqueológica Siracusa
O porto parece um lago - água cristalina em diferentes tons de azul
Rodeada por um mar em alguns pontos azul clarinho, e nos mais profundos, azul escuro, a água nos convida insistentemente a mergulhar. E aqui começamos a entrar na dimensão sensual deste lugar. 
E por que não fazer uma pequena pausa com a melhor granita de amêndoas da região?!
Tour português guloseimas de Siracusa
Granita, feita com amêndoas que não foram descascadas - ainda no Paraíso!

O templo de Apolo, o primeiro templo em estilo dórico construído na Sicília, é num primero momento indecifrável e de difícil contextualização por causa das escavações dos anos '40; pede maiores explicações . O que teria dito Vitrúvio sobre proporções e euritmia? Interessante o sentido da construção do templo, leste-oeste, acompanhando o movimento do sol e com imediata associação ao nascimento e morte.
Tour português Templo de Apolo Siracusa
As ruínas do Templo de Apolo, construído no VI séc. a.C.

Aretusa, ninfa de Artemis, foi transformada em fonte pela deusa para fugir do amor de Alfeu; este, por sua vez, transformou-se em rio para encontrar a sua amada. Neste lugar vemos a Fonte Aretusa e quem tiver a sorte tocar esta água cantada pelos maiores poetas e contada pelos mais antigos historiadores... nunca mais será o mesmo!

Tour português Fonte Aretusa Siracusa
A Fonte Aretusa

Tour português centro histórico Siracusa
E quem sou eu, se não me levam num lugar subterrâneo?! 
E que água!

Siracusa é marcada pelo barroco, pois apesar de não ter sido completamente destruída no terremoto, que danificou amplamente o Vale de Noto em 1693, foi reconstruída durante o século XVIII.
A praça do Duomo está tinindo, pois desde 2005 o centro inteiro de Siracusa é mais um maravilhoso patrimônio UNESCO.  
Tour português Duomo Siracusa
Nós, na entrada do Duomo e um pedaço da praça

Entrar no Duomo é com certeza uma das grandes emoções desta cidade, já que a planta deste edifício pertencia originalmente a um templo dedicado à Atenas no VII século a.C., onde as colunas do antigo templo ainda estão de pé; as paredes foram restruturadas durante o período normando, e as capelas são do período barroco. Beleza que nos deixa extasiados e sem palavras.
Tour português Duomo Siracusa
Siracusa também é para pessoas prontas para se sentirem minúscolas!

Tour português Duomo Siracusa
Mais interior do Duomo

Para quem não sabe, Siracusa tem também um Caravaggio (na Igreja de Santa Lucia alla Badia); uma bela tela de 3m X 4m, realizada em 1608. 
O ambiente escuro representa provavelmente as Caracumbas de Santa Lucia, onde a santa foi enterrada. Os personagens são a mãe que chora a morte da filha, os coveiros (que roubam a cena...), um pequeno e escondido auto-retrato e eventuais alusões a importantes personagens do tempo do grande maestro, que somente com enorme sutileza e interpretação tocam o tema da ressurreição da santa - aqui não podíamos fotografar.


Tour português centro histórico Siracusa
A caminho de um bar gostoso para as nossas conversas de trabalho!
Finalizamos a nossa pequena panorâmica com este Caravaggio e um prosecco, com conversas sobre amendoieras, sobre o peixe na cozinha siciliana, a focaccia de Ragusa, o chocolate em “meia-lua” de Modica e a beleza das ilhas, no delicioso sotaque siciliano da nossa guia.

Em Siracusa vale também muito a pena ver o Castello de Eurialo, forte realizado no V-IV século a.C. por Dionísio I de Siracusa. Este monumento é um Patrimônio UNESCO desde 2005.

Obrigada Bettina, que conheci em 2008 quando trabalhava com turistas alemães, por me apresentar à super-guia siciliana que fala português!
Obrigada Silvia M., que generosamente me recebeu na sua casa de praia ao sul de Siracusa!

Seguirão posts sobre o Museu Arqueológico de Siracusa e sobre a Galleria Regionale, com o famoso quadro da "Anunciação", de Antonello da Messina.

Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.


Mais sobre a Sicília: Siracusa, Catânia, Palermo, Trapani Ginostra (Ilhas Eólias).
Culinária na Sicília, uma introdução.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Especial Sicilia - este pedaço de mau caminho!

"Por incrível que pareça, apesar da ligação que temos com o mar, 
a coisa que mais sinto falta da minha terra é o Etna, que acompanha 
a nossa vida como se fosse uma divindade." - Silvia M., amiga de Catânia

Tour português Sicilia
Os 3.300m do Etna, vistos do avião - emoção antes que os pés
toquem essa terra tão fértil!

Vou postar alguns artigos sobre a Sicília, que frequento desde 2002, mas desta vez vamos ser acompanhados por uma guia que fala português e que vai podê-lo acompanhar também, quando você estiver por aqui.

Iniciamos com uma aliteração irresistível: é uma grande emoção a visão do vulcão do avião.
Os campos cultivados já nos fazem pensar às laranjas e limões que vamos comer, as verduras que são tão boas que quase nem precisam de tempero... a Sicília, este pedaço de mal caminho é mais um canto deste país das luzes, da história, da arte, do vinho e da origem da nossa língua que deve ser vista com calma e com e zelo.

Cerejas do Etna - aqui tudo é melhor por causa do solo!
Sem dúvida, a minha primeira compra!

Cerejas do Etna!
Que delícia!

Escolhi iniciar a viagem para apresentar a ilha no meu blog do mesmo lado em que iniciou a colonização grega: de Catânia e Siracusa. Mas a base vai ser perto do mar azul, mar de rochas de origem vulcânica e de água cristalina para poder me refrescar entre uma excursão e outra.

As famosas granitas são realmente maravilhosas!
Granita. São tão boas que não dá para escolher um só sabor! 
Então começamos com dois, amêndoa e limão. 

Antes de chegar em casa e tomar banho para iniciar, a parada obrigatória foi na sorveteria local, de amigos da minha anfitriã, que já aproveitou para indicar a melhor da cidade!

Você nunca comeu uma beringela até comer uma siciliana!
Tamanho não é documento, mas aqui é sabor!

O primeiro dia é de relax total, ver o mar, e organizar as ideias para não perder tempo.

Vou explorar resorts, zonas históricas, e naturalmente vou à uma vinícola, além de falar de comida.

Aliás, o primeiro jantar foi um maravilhoso spaghetti alla puttanesca, com azeitona preta, alcaparra, tomate e mangericaõ - um verdadeiro presente de boas-vindas.

Tour gastronômico na Sicilia
Os ingredientes básicos da pasta alla puttanesca

 Fiquem ligados se tiverem interesse na Sicília, pois vou mostrar passo a passo o que voce pode fazer por aqui com uma excelente guia turística que fala português!


Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.

Comida na Sicília, uma pequena introduçãohttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-que-e-que-sicilia-tem.html

Palermo: http://guiaderoma.blogspot.de/2016/08/se-uma-cidade-e-tao-fascinante-quanto.html

Selinunte: http://guiaderoma.blogspot.de/2016/10/selinunte-grecia-aqui-na-sicilia.html

Catâniahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-museu-arqueologico-de-siracusa.html

Siracusahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/07/especial-sicilia-siracusa.html

Museu Arqueológico de Siracusahttp://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/o-museu-arqueologico-de-siracusa.html

Trapani:  http://guiaderoma.blogspot.de/2015/08/trapani-o-sal-e-o-vinho.html

Segesta: http://guiaderoma.blogspot.de/2017/06/segesta-na-sicilia.html

Aqui o post sobre Ginostra, uma cidadezinha que fica em Strombolihttp://guiaderoma.blogspot.it/2015/04/ginostra-na-sicilia.html

sábado, 4 de julho de 2015

Basílica de Santa Sabina

VIP tours em portugues, Roma
Santa Sabina vista do lado do parque das laranjeiras, com laranjeira carregada!

Ao lado do maravilhoso Jardim das Laranjeiras, onde ainda vemos parte do antigo forte da família Savelli durante o século XIII, temos a pérola da colina Aventino:  a basílica de Santa Sabina.

VIP tours em portugues, Roma
Eu, sempre microscópica, admirando as janelas 

Janelas, basílica de Santa Sabina, Roma
Janelas cheias de significados da Santa Sabina

Esta igreja do V século, definida por Argan como o melhor exemplo de construção paleocristã, nos dá uma ótima ideia do que foram as primeiras basílicas, onde o exagero das massas articuladas dá lugar às superfícies justapostas.

Se tiver interesse em fazer um tour personalizado com mais igrejas interessantes como, essa com guia em português, não hesite em me contactar! patcarmobaltazar arroba gmail.com

Portão de entrada, basílica de Santa Sabina, Roma
Fragmento de pé e a minha mão!

Adoro o portal da entrada, em madeira de cipreste e com uma representação muito especial, uma das primeiras imagens que se tem notícia do Cristo crucificado, do V século.
Na parede antes do portal, vemos fragmentos encontrados no restauro dos anos '30.

POrtão de entrada, Basílica de Santa Sabina, Roma
O portão de cipreste da basílica, do V século

A planta é dividida em três naves, uma ampla nave central; estreitas direita e esquerda, com afresco de Cristo, Santos e Apóstolos, de Taddeo Zuccari, do século XVI.

VIP tours, Roma
Santa Sabina: as generosas proporções da nave central

Entre lendas e iconografia da história do cristianismo, essa é uma das mais importantes igrejas de Roma!
Para o seu roteiro personalizado na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira em Roma para pedir seu orçamento.