terça-feira, 8 de abril de 2014

O mercado das pulgas de Roma: Porta Portese

O mercado das pulgas de Roma "Porta Portese" acontece todos os Domingos e você encontra um pouco de tudo aqui, a preços bem baixos.

Segue um pequeno mapa para orientação, com algumas dicas de onde passo, depois de anos de frequentação e pesquisas. Quem tem paciência de procurar, muito provavelmente vai achar, como eu, que compro camisas e calças de linho usadas, por no máximo 5 euros - chego em casa, lavo e desinfeto tudo, fica novo!
Vincenzo com seus produtos genuínos da Calábria

Segue o percurso que gosto de fazer, com a minha pausa que já posso chamar de tradicional, no stand dos produtos calabreses que adoro: para quem come queijo e salame, vem tudo da produção pessoal do Senhor Vincenzo.

Eu adoro comprar os biscoitos salgados "taralucci" para comer com o molho de apertitivo que ele faz (super picante!!!); mas ele tem também mil outras coisas, todas boas!  Uma vez ele me deu um tomate (que ele tinha trazido para fazer um sanduíche para ele mesmo), que era tão bom, mas tão bom, que guardei as sementes para secá-las e plantar na minha horta.


Aí vai o meu mapinha, com algumas produtos que se encontram pelo caminho:


Eu entro normalmente pelo portão de Porta Portese; tem muita gente que prefere entrar por Viale Trastevere, parada do bonde "Praça Ippolito Nievo".

Bom, seguindo pela minha entrada você encontra à direita (dx) e à esquerda (sx):

- (dx) (sx) roupas usadas por € 1 - € 3 - 5; sapatos novos de couro - eu diria que nesta linha reta vão ter uns 3 stands com sapatos.
- (dx) bolsas de couro e jeans


- (dx) artesanato, bijuterias, pulseirinhas de couro
- (dx) óculos, chapéus, eletrônicos, lanternas de led (!)
- (sx) mais roupas usadas, às vezes coisas ótimas de linho puro!
- (dx) livros infantis (sx) lenços

A rua bifurca e á direita tem uma pequena subida: é o paraíso das bicicletas e acessórios por ótimos preços!

Continuando pela rua principal, embaixo:

- (dx) contas para fazer bijuterias
- altura do número 36 (dx) - Produtos calabreses do Vincenzo:

As amigas com o Vincenzo

- (dx) e (sx), seguimos com roupas para crianças, utensílios mil para a cozinha, roupas (e muitos stands com roupas novas também!)

Aqui viro à direita em direção à Via Ippolito Nievo, onde continuam ofertas de roupas (novas e usadas), objetos para a casa, móveis antigos restaurados.

Quando chego na próxima bifurcação, vou de novo à direira, pela Via Napoleone Parboni, onde temos mil tranqueiras, e um cara à direita, metade da rua, que diz vender objetos de culturas da Oceania, tranqueiras eletrônicas e chinesas.

Aí viro à esquerda na Angelo Bargone, que tem ótimos livros usados de Arte, Arquitetura e História da Arte, cds, dvds (mais ou menos por todo o caminho!),  pratarias e artigos de papelaria antigos e máquinas fotográficas - não sei em quais condições.

Depois disso tenho sempre muita sede e fome - o negócio é voltar pra casa para almoçar, começando pelas delícias calabresas como aperitivo!!! Bom passeio!

De brasileiros para brasileiros na Itália: reserve aqui a sua guia de turismo que fala português.

Nenhum comentário:

Postar um comentário