sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Maratona de Roma


MARATONA 2016: 16 DE ABRIL
- site oficial: http://www.maratonadiroma.it/?lang=en
- Inscrições: https://mymdr.it/?!e/=/en/ 
"Corre, Luli, corre!"
post dedicado à Luli, amiga maratoneta de Ribeirão Preto

Interior do Coliseu
Interior do Coliseu

A Maratona de Roma é uma corrida a pé de comprimento padrão com largada e chegada na Via dei Fori Imperiali. O percurso 2014 ainda não foi anunciado no site oficial, aqui vai uma panorâmica geral da Maratona de Roma.

tênis comemorativo maratona de Roma
New Balance 890 V4 que será lançado em Março de 2014 para a Maratona de Roma (ainda não foi anunciado em qual loja -> aqui uma panorâmica completa das lojas de Roma, inclusive a Footlocker, famosa pelos tênis)

O percurso é plano na sua maior parte plano (70%) e atravessa o centro histórico de Roma. Prossegue em direção ao Rio Tibre, passa pela Mesquita de Roma ao norte e pela Basílica de São Paulo Fora dos Muros, ao sul. Dado o grande número de atletas que participam, é considerado o evento esportivo mais frequentado da Itália. A primeira edição da prova, em sua forma atual, foi realizada em 1995.

O comprimento de uma maratona foi fixado em 42 km 195m pela IAAF em 1921. O percurso de Roma tem quotas de altitude que se mantêm entre 5 e 12 m sobre o nível do mar, e a temperatura é excelente, em torno a 5ºC e 17ºC, no final de Março.

A cada 5 km existem juízes; os tempos são cronometrados através de um chip colocado atrás dos números de cada corredor.

O início é na Via dei Fori Imperiali, uma avenida muito larga e que permite conter os muitos participantes, sem congestionamento. Depois os atletas passam por Piazza Venezia e descem a Via del Teatro Marcello, até à Bocca della Verità. Segue-se uma subida ao longo do majestoso Circo Máximo, Aventino e Pirâmide de Céstia. Passa-se por Testaccio.

Bocca della Verità
Bocca della Verità - Igreja de Santa Maria in Cosmedin

A rota segue pelo Tibre ao norte do Porto de Ripetta, até chegar à Ponte Cavour, atravessando o Borgo Mazzini, um bairro novo e arborizado, do período da unificação da Itália. Depois de passar pela grande Piazza Cavour, se vá de novo em direção ao sul, direção Castel Sant'Angelo para pegar a via da Conciliação, que é já considerada extraterritorial, isto é, que pertence ao estado Vaticano (e acaba na frente da Basílica de São Pedro).

A partir daqui começa um trecho com menos história: o caminho de volta para o norte ao longo da Via Bastioni, Via della Giuliana, Piazza Mazzini para chegar novamente à altura do Rio Tibre-Oberdan. Logo se chega à ciclovia que fica às margens do rio Tibre!

No 13ºkm tem uma leve subida, onde se deixa o rio, para passar na frente do Foro Itálico, também chamado Foro di Mussolini (enorme complexo poliesportivo, inaugurado em 1932, onde foi realizada a Olimpíada de 1960).

Tibre e Castel Sant'Angelo
Ponte e Castel Sant'Angelo

Os corredores de maratona voltam a rumar pro nordeste para encarar mais uma pequena subida, cruzar um trecho do anel viário ao leste de Roma, e entrar no Viale Tor di Quinto e depois na Avenida do Foro Itálico. No 18º km entra-se no Viale della Moschea, uma descida de 450m, que corre ao longo da histórica mesquita de Roma, para chegar no 20º km, ao longo da Via dei Campi Sportivi.

A Pirâmide Cestia, vista do interior do Cemitério Acatólico ou Protestante

O percurso segue para a Aqua Acetosa, para depois retornar ao Tibre e alí seguir o rio por um longo trecho. O 25º km passa pela passagem Ripetta (onde existiu o Porto de Ripetta, que recebia originalmente madeira, carvão e vinho), para subir pela "Calçada da Ripetta". O 27º km volta a ter muita história e entra de novo no centro, onde as ruas são estreitas, com a urbanização visionária do Papa Sisto V. Aqui, você vai correr nos pontos mais interessantes da capital: Piazza Navona , Panteão, Piazza Venezia retorno à Via del Corso, que vai direto à Piazza del Popolo ao norte, rumo ao 30º km.

Vista do alto do Castel Sant'Angelo, com as queridas de Americana

Retorna-se pela Via del Babuino, que leva à teatral Piazza di Spagna, com a igreja Trinità dei Monti ao alto, ruas menores que contornam a famosa Fontana di Trevi, sobre os paralelepípedos:ceste último é o trecho mais acidentado da maratona - não só o mais pitoresco! Depois retorna-se à Piazza Venezia e se traça por 3km o caminho inicial, Teatro de Marcelo, Circus Máximo e Pirâmide.

Após o 35º km, continua-se em direção ao sul pela Via Ostiense, para contornar a Basílica de São Paulo Fora dos Muros(37 km), e voltar a rumar norte pela Via Ostiense. Diz-se que aqui começa a parte mais técnica: os atletas enfrentam uma escalada que os leva ao Monte Aventino (40 º km), para logo em seguida iniciar uma descida suave de 360m de comprimento pela linda e arborizada avenida Viale Aventino.

Depois da avenida de San Gregorio, com o monte Palatino no alto e o Arco de Constantino, encontramos a subida mais difícil do percurso, com a curva que abraça o Coliseu, e que leva novamente ao Viale dei Fori Imperiali, ao final.

Naturalmente eu proporia uma série de mudanças neste percurso :), como por exemplo em forma de cruz grega, como se fosse uma basílica, de modo que se pudesse apreciar os quatro lados da cidade: Norte, Sul, Leste e Oeste. Muito provavelmente isto teria consequências à organização que nem posso imaginar - por isso fico quieta no meu canto e ofereço passeios a pé, mas sem correr!

Se você ficou entusiasmado com o roteiro, inscreva-se para correr, mas não siga a pé com esta descrição, pois sem a proteção da organização da maratona, este percurso não é nem um pouco adequado para ser feito!

Alexandre, maratonista de Ribeirão Preto, correu em 2013 e trouxe a família inteira para Roma!

De brasileiros para brasileiros na Itália: reserve aqui a sua guia de turismo que fala português.

Site oficial da Maratona de Roma: http://www.maratonadiroma.it/

Nenhum comentário:

Postar um comentário