terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

A audácia de Gianni VERSACE

«Reggio é o reino onde começou a fábula da minha vida: o atelier de costura da minha mãe, a boutique de alta moda... o lugar onde desde pequeno comecei a apreçar a Iliada, a Odisséia, a Eneida, e onde comecei a respirar a arte da Grécia Antiga. » Gianni Versace (Reggio Calabria, 2 dicembre 1946 – Miami Beach, 15 luglio 1997) , Fevereiro de 1992

Ele é considerado um dos maiores nomes da moda italiana no mundo. O seu estilo se concentrou em ligar a alta moda à moda esportiva, a masculina à feminina, dando vida a um estilo de vestir italiano contemporâneo, contribuindo ao sucesso da italianidade no mundo.
Os seus vestidos juntam elementos diversos, seda e couro, metal e borracha, além de utilizar tecidos estampados e rendas em relevo. Sempre muito atento às sugestões provenientes da cultura jovem, Versace se impôs com a genialidade que o diferenciou no mundo da moda.

Gianni Versace nasceu em Reggio Calabria ( comuna italiana da região da Calábria, http://pt.wikipedia.org/wiki/Reggio_calabria), dia 2 de Dezembro de 1946 e teve os primeiros contatos com o mundo da moda já quando criança, trabalhando no atelier da mãe, na via Tommaso Gulli n°13, perto do Duomo, onde hoje tem a boutique Versace.

Em 1972, com 25 anos, ele se transferiu a Milão para trabalhar como designer de vestidos, criando as primeiras coleções para Genny, Complice e Callaghan. No ano de 1975 ele apresentou a sua primeira coleção de vestidos em couro para a Complice
Em Março de 1978, no Prédio da Permanente (Palazzo della Permanente) em Milão, GV apresentou a primeira coleção feminina assinada com o seu nome.
No ano seguinte, Versace, que sempre cuidou muito da imagem da sua empresa, iniciou uma preciosa colaboração com o fotógrafo americano Richard Avedon, que foi a primeira de uma longe série na sua carreira, e em 1982 ganhou o premio Occhio d'Oro (Olho de Ouro) como "melhor estilista 1982/83 coleçao outono-inverno feminina".
Neste período, Versace introduziu os elementos metálicos que viraram posteriormente um clássico na sua produção.

Contemporaneamente, iniciou uma longa série de colaborações com o teatro, fazendo produções para o Scala de Milão, desenhando costumes para a Josephslegende de Richard Strauss (com cenografia assinada por Luigi Veronesi). Em 1983 criou costumes para o Lieb und Leid de Gustav Mahler, e o seu nome ficou em primero plano na
È Design, no pavilhão de Arte Contemporanea, onde expôs uma síntese das suas pesquisas tecnológicas no campo da moda.
No ano seguinte criou os costumes para o Don Pasquale de Gaetano Donizetti e para o Dyonisos, dirigido por Maurice Béjart, no Piccolo Teatro de Milão. Nesta ocasião foi preparada uma triptych danse em honra ao lançamento do perfume Versace l'Homme.

Em Paris, quando teve a apresentação européia do seu perfume na exposição de arte contemporânea, foram expostos trabalhos de artistas internacionais ligados ao nome de Versace e o estilo da sua moda.Os jovens sempre foram uma das maiores fontes de inspiraçao para GV: em 1983 o estilista foi convidade para dar uma conferência no Victoria and Albert Museum de Londres organizada para um grupo de estudantes e ao mesmo tempo apresentar a expo "Arte e Moda".
Em 1986 o Presidente da República Italiana, Francesco Cossiga, o condecorou com o títolo de Comendador da Republica Italiana; o National Field Museum de Chicago apresentou uma expo retrospectiva sobre o seu trabalho dos últimos 10 anos. Em Paris, na expo Gianni Versace Obiettivo Moda (GV Objetivo Moda), que ilustrava os resultados das colaborações entre Versace e famosos fotógrafos internacionais como Avedon, Newton, Penn, Weber, Barbieri e Gastel, o chefe de estado francês, Jacques Chirac, lhe deu o títolo grande Medaille de Vermeil de la Ville de Paris.

Em 1995 a Versus, linha jovem da casa Versace, debutou em Nova Iorque e financiou a mostra de alta moda no Metropolitan Museum of Art e a mostra dedicada à carreira de Avedon. GV colabora com Elton John para ajudar a fundação de pesquisa de AIDS do cantor inglês.
Para as campanhas publicitárias e os desfiles de moda, GV sempre trabalhou com as mais célebres modelos, como Linda Evangelista, Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Yasmeen Ghauri, Christy Turlington, Stephanie Seymour, Cindy Crawford, Helena Christensen e Kate Moss.
Até a cantora Madonna colaborou como testemunha nas suas campanhas publicitárias.

Até o momento da sua morte, GV foi ligado ao estilista Antonio D'Amico.

Em 15 de Julho de 1997, Versace foi assassinado por um delinquente nos degraus da própria mansão em Miami. As circunstâncias deste crime nao apareceram claras imediatamente. O assassino, um tal de Andrew Cunanan, era um tóxico-dependente que tinha ligações com a prostituição, além de ser aparentemente um serial killer suspeitado de ter assassinado muitas outras pessoas e há muito tempo procurado.
Depois de uma misteriosa fuga, Cunanan se suicidou antes de ser capturado pela polícia norte-americana.

Dia 9 de Junho de 2004 Elton John dedicou a GV um concerto no estadio de Reggio, organizado pelo produtor Ruggero Pegna e pelo prefeito Giuseppe Scopelliti. O concerto foi transmitido pela Rai 2 e Rai International, com a direção de Gianni Boncompagni.
No aniversário de dez anos da sua morte, dia 15 de Julho de 2007, teve uma apresentação de ballet organizada pelo seu amigo Maurice Béjart no Teatro Scala de Milão, com o títolo "Grazie Gianni con Amore" (Obrigada, Gianni, com amor).
O testamento de GV foi publicado com exlusiva mundial em 1997 pelo jornalista e escritor Giancarlo Padula.

Segundo declarações nunca endossadas por provas pelo arrependido mafioso da 'Ndrangheta Giuseppe Di Bella, o estilista foi assassinado por causa de dividas com a máfia, ver noticia original no Telegraph ingles: www.telegraph.co.uk.

Não perca as lojas Versace no centro de Roma, Praça de Espanha, Via Bocca di Leone, 26/27!
Site oficial: www.versace.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário