quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Alegoria do Rio Nilo, um exemplo de interpretação da iconografia antiga

Tantas cidades antigas nasceram na foz de um rio. Um rio que permite a plantação, isto é, colheita, isto é, a possibilidade de fazer farinha e pão.

Naturalmente os rios eram vistos como deuses que permitiam a vida dos Homens. E não é que ainda hoje precisamos da água, como sempre precisamos dela?

Estive hoje nos Museus Vaticanos e vi uma linda alegoria do Rio Nilo que fotografei pra escrever um pequeno post sobre os símbolos que encontramos em uma escultura deste tipo. Em Roma, muito provavelmente você vai acabar passando pela Piazza del Campidoglio e vai ver a alegoria de dois rios importantes na história de Roma: o Tibre e o Nilo.

Aqui vai então, uma chave para uma leitura simples destas imponentes figuras.

Maravilha: o Rio Nilo representado por um homem apoiado sobre o cotovelo, com seus afluentes, representados pelas crianças

Aqui temos o corno (símbolo antiquíssimo de fertilidade) com frutas e uma criança

A Esfinge, símbolo inconfundível do Egito

Delicioso detalhe da criança representando um afluente do rio

Três crianças que parecem não ter medo do jacaré, creatura que vive em agua doce e "barrosa"

Por fim, a mao do Deus Nilo segurando docemente o trigo, que possibilitava (e ainda possibilita!) a vida do Homem

Toda essa simbologia inicia na noite dos tempos, com os antigos "objetos de arte" produzidos pelo homem e se transforma à medida que as sociedades e a mente humana se evoluem - Roma é fascinante e eterna também neste sentido, pois nos oferece a possibilidade de parar por um momento e refletir sobre grande parte da iconografia do mundo ocidental!

Para ter uma guia que te acompanhe pelos Museus, escreva por favor um email através da  página http://www.guiabrasileiraemroma.com.br/#!contato/c1lmm

3 comentários:

  1. Olá Patricia!
    Que maravilhoso o seu blog!
    Me chamo Mariana e sou do Brasil, me senti muito orgulhosa ao ler a tua história, parabéns!
    Cheguei ao teu blog por meio de uma pesquisa no Google para agregar informações ao meu TCC de Artes Visuais, no qual o tema tratado são as crianças na Roma Antiga (Putti)!...
    Suas fotos são maravilhosas e me ajudarão muito!... Gostaria de saber quais são as datas dessas obras postada por vc, pois o período tratado em meu TCC se refere ao Século I A.C ao Século V D.C...
    Se vc pudesse me dar uma ajuda ou dicas de onde posso encontrar as simbologias representadas juntamente com os Putti, como pombos, coelhos, uvas, etc, os quais costumam aparecer muito tanto em imagens de Putti, quanto em esculturas!
    Seria maravilhoso aprender um pouco mais com quem está aí bebendo diretamente da fonte!
    Mais uma vez parabéns pelo blog e pelo seu sucesso!
    Beijo, Mariana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana, obrigada pela pergunta, adorei! este Nilo é uma cópia romana do I séc. dC, de uma original de época helenística; isso é o que se sabe.
      Pombas voce encontra nas Catacumbas, mas aves em geral, na pintura parietal da Casa de Livia (Museo Nazionale Romano), seguramente em Pompei tem muita coisa também. Quanto à esculturas, nos Museus Vaticanos tem a Galleria degli Animali, com uma vasta coleção de representações de animais (cópia romana do II sec dC de Meleagro de Skopas). Sobretudo é legal ver os "rilievi Grimani" de época augustea, que tem um significado particular, naturalmente em relação ao período em que foram realizados http://guiaderoma.blogspot.it/2013/11/exposicao-augusto-em-roma.html. Por exemplo, faça atenção à mudança de significado da uva/vinha do mundo pagão ao mundo cristão: do culto de Dionísio ou simplesmente de "fertilidade" passamos ao significado de vida eterna na iconografia paelocristã - só a uva já dava uma tese! No Museo Chiaramonti tem um alto relevo a + - 50m à direita da entrada, com crianças/putti que brincam com uma roda - icononografia vista nas Catacumbas de São Calixto (não tenho fotos, posso ver se arrumo tempo na semana que vem - não posso prometer!!!) para fazer algumas. Tem os pavões do Cortile della Pigna (veja foto sem legenda - e pode por isso tirar a minha orelha! - na página http://guiaderoma.blogspot.it/2011/09/museu-vaticano-capela-sistina-e.html.

      Excluir
    2. Obrigada de novo pelos elogios e me mantenha informada sobre o andamento da TCC! Abraços!

      Excluir