terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Tesouros da Basílica de São Pedro - Imprima e leve com você!


Basílica de S. Pedro no Natal de 2009

Aqui um percurso lento e detalhado dentro dos mais de 20.000m² da Basílica de São Pedro. Não perco aqui a oportunidade de relembrar mais uma vez o quanto seja importante pegar uma guia que dê uma ideia da história de Roma, de modo que esta lista não pareça um amontoado de nomes sem sentido! Com muita humildade, lembro que Roma "não é para principiantes", parafraseando Tom Jobim.


São Paulo à entrada da Basílica

1 Mosaico da Navicela de Giotto (estava na Basílica Constantina). Este tema deriva da passagem do Evangelho em que Jesus caminha sobre as águas.
2 Átrio arquitetura de Maderno, +- 1612
3 Carlos Magno sobre cavalo, Cornacchini 1725
4 Portão da Morte (porta pela qual saem funerais), de Manzù 1961-64
5 Portão do Bem e do Mal, de Minguzzi 1977
6 Portão de Filarete, Antonio Averuline, conhecido como Filarete, 1445
7 Portão dos Sacramentos, de Crocetti, 1965 (portão pelo qual normalmente se entra na Igreja)
8 Porta Santa, de Consorti 1949 (aberta somente a cada 25 anos; pela última vez em 2000)
9 Pátio de São Gregorio, O Iluminado (por onde se vai às catacumbas Vaticanas e ao elevador da cúpola vaticana)
10 Estátua equestre do Imperador Constantino, (obra-prima) Bernini 1670
11 Navada Central - logo à entrada, disco de pórfido vermelho no chão; onde os Imperadores foram coroados, depois de Carlos Magno.
Carlo Magno foi coroado pelo Papa Leão III dia 25 de Dezembro do ano 800 sobre o disco de pórfido logo à entrada da Basilica de Sao Pedro. As palavras de Leão III foram: "A Carlo, piedoso, Augusto, coroado por Deus, grande e pacífico imperador, vida e vitória!".
Com esta coroação, teve início o Sagrado Império Romano, que deu nova vida à monarquia ocidental depois da deposição do último dos imperadores do antigo império romano; por outro lado, este fato foi um perigoso precedente no qual o poder imperial se submetia à autoridade do papa, fato este que se demonstrou realmente um problema com o decorrer dos séculos nos contrastes entre a Igreja e o Império na luta pela supremacia do mundo.

Foto tirada bem em cima desta placa redonda de porfido vermelho

12 Batistério, de Carlo Fontana
13 Monumento à Maria Clem. Sobieski(rainha da Gra-Bretanha e Irlanda na metade do séc XVIII), de Pietro Bracci 1742
14 Monumento aos Stuarts, de Canova 1829
Monumento aos Stuart, de Canova

15 Monumento a Bento XV, de Pietro Canonica 1928
16 Capela da Apresentação (da Virgem no Templo), pintura de Romaneli 1638-42; mosaico de Cristofari 1726-28 (Túmulo de Pio X)
17 Monumento a João XXIII, de Emilio Greco 1966
18 Monumento a Santo Pius X, de Di Fausto & Pietro Astorri 1923
19 Monumento a Innocêncio VIII, Pollaiolo 1498 (único túmulo transferido da antiga basílica)
20 Capela do Coro, de Maderno, Bianchi, Borromini séc XVII
21 Altar da Imaculata Conceição, (pintura) Bianchi 1740
22 Monumento a Leo XI, de Algardi 1644 (duas figuras femininas, alegorias da Força e Generosidade)
23 Monumento a Inocêncio XI, de P. E. Monnot (duas figuras femininas, alegorias da Crença e Força)
24 Altar da Transfiguração, pintura de Raphael 1520, mosaico executado por artistas desconhecidos, acabado em 1767
25 Capela Clementina, 1600 (comissionada pelo Papa Clemente VIII em ocasião do Ano Jubileu 1600)
26 Monumento a Pio VII, de Bertel Thorvaldsen 1823-31
27 Altar de S. Gregório, o Grande, de Sacchi 1625
28 Entrada à Sacristia, de Pietro Tenerani 1866
29 Monumento a Pio VIII, de Pietro Tenerani 1866
30 Altar da Mentira, (mosaico, 1725-1727 de pintura) de Roncalli (Pomarancio) 1599-1604
31 Estátua de S. Andrea, de Francois Duquesnoy 1635
32 Estátua de Bronze de S. Pedro, de Arnolfo di Cambio, c.1300 (pés gastos pelo público!)
S. Pedro, por Arnolfo de Cambio

Os pés de S. Pedro "gastos", no trabalho de Arnolfo de Cambio

33 Estátua de S. Longuinho, de Bernini 1635
34 Estátua de St Helena, de Andrea Bolgi 1635 (Helena foi mãe do Imperador Constantino, mandou construir muitas igrejas e trouxe a Escada Santa à Roma)
35 Estátua de Santa Veronica, de Francesco Mochi 1629 (Verônica enxugou o sangue de Jesus no caminho da Cruz. Na sacada sobre a estátua existe a relíquia que é o "véu de Verônica")
36 Altar Papal e Baldaquino, obra prima de Bernini 1633 (executado com o bronze da cúpola do Pantheon). A antiga sepultura de S. Pedro está exatamente embaixo do Baldaquino.
37 Confessionário (referiemento à confissão da fé que levou ao martírio. Lá encontra-se a Sepultura de S. Pedro), arquitetura de Maderno 1615-17
38 Cúpola, interior. Desenhada por Michelangelo, realizada por Della Porta em 1590
39 Transepto (nave que atraversa perpendicularmente o edifício) esquerdo. Aqui acontecem Missas; diz-se ser o lugar mais perto de onde aconteceu a morte de S. Pedro, no Circo do Nero
40 Altar da Crucifissão de S. Pedro, mosaico segundo pintura de Guido Reni (1575-1642). Uma antiga tradição afirma que exatamente no lugar deste altar é que S. Pedro foi crucificado.
41 Altar de S. José, mosaico segundo pintura de Achille Funi, 1961
42 Altar de S. Tomás, mosaico segundo pintura de V. Camuccini, 1806
43 Monumento a Alexander VII, do grande GianLorenzo Bernini (com 80 anos!) 1678
44 Altar do Sagrado Coração, Muccioli 1923
45 Capela da Nossa Senhora da Coluna, Giacomo della Porta
46 Altar da Nossa Senhora da Coluna, pintura que estava na navada central da antiga basílica
47 Altar de S. Leo, O Grande, Alessandro Algardi 1645-53 (massiça obra em mármore que representa S. Leo protegendo Roma do ataque de Attila e os Hunos)
48 Monumento a Alexandre VIII, de Conde Arrigo di San Martino 1725 (aprecie a extensa variedade de mármores utilizada neste trabalho)
49 Altar de S. Pedro Curando o Paralítico (à entrada do Templo em Jerusalém), mosaico segundo pintura de Mancini 1748
50 A Tribuna (Abside - parede circular ao fundo do altar) - Altar da Cátedra de São Pedro com monumentos à Paulo III (esq.) e Urbano VIII (dir.). No alto, inscrição em latim na faixa dourada: "Ó pastor da Igreja, tu alimentas todas as ovelhas e os cordeiros de Cristo"
51 Monumento a Paulo III, de Giacomo della Porta 1533-1602 (Papa qe convocou o Concílio de Trento em 1547 e comissionou Michelangelo para pintar o teto da Capela Sistina e dirigir os trabalhos da "nova basílica")
52 Cathedra Petri - Altar da Cátedra de São Pedro, obra prima do grandioso Bernini, 1666. Escultura monumental para adornar o trono em madeira de S. Pedro. As quatro gigantescas estátuas dos Doutores da Igreja representam: S. Ambrósio, S. Atanásio (esq.); e São João Crisóstomo, S. Agostino (dir). A delicada janela de alabastro no fundo tem uma representação do Espírito Santo e filtra a luz do sol, donando ao interno da igreja uma atmosfera quase mística.
53 Monumento a Urbano VIII, de Bernini 1647. Urbano VIII foi o grande Mecenas de Bernini, que obrigou Galileu a abdicar de suas teorias e escrever um livro onde dava razão à Aristóteles, segundo o qual a Terra estava imóvel no centro do Universo e o Sol a girava em torno.
54 Monumento a Clemêncio X, de Mattia de' Rossi. No chão em frente a este monumento estão as simples sepulturas de Sisto IV e Julio II (que foi o grande mecenas de Michelangelo)
55 Altar de S. Pedro reanimando Tábita (esposa de Jaffa, Atos 9:36-42). Mosaico segundo pintura de Costanzi 1757
56 Altar de Santa Petronila (legendária filha de S. Pedro), mosaico segundo pintura de Guercino 1623. A sua capela, seja na antiga como na nova basílica, é a Igreja da França.
57 Altar de São Miguel Arcângelo, mosaico segundo pintura de Guido Reni. Em 1606 Caravaggio realizou uma pintura para este altar que representava Sant'Ana com a Virgem e o Menino Jesus. A pintura foi removida 2 dias depois, como acontecia muito com os trabalhos de Caravaggio... logo mais um post sobre este excêntrico artista.
58 Altar da Navicela, pintura de Giovanni Lanfranco, 1628, mosaico de Cristofari, 1726.
59 Monumento a Clemêncio XIII, de Antonio Canova, 1792. Uma alegoria à esquerda do Papa (com a tiara no pavimento) da Religião em vestimentas judaicas. Monumento esculpido no nóbil mármore de Carrara; leões, esculpidos em pedra travertina.
60 Transepto direito (orientação Norte). Onde acontecem as confissões (em várias línguas). O primeiro Concílio Vaticano teve-se nesta área, em 1869.
61 Altar de S. Erasmo, de Nicolas Poussin, 1628 (cópia da pintura original, hoje na Pinacoteca Vaticana)
62 Altar dos Santos Processus & Martinho, mosaico de uma pintura de Valentin Boulogne 1630. Estes santos foram guardas romanas durante a prigionia de S.Pedro na prisão Mamertina, que ele converteu e batizou.
63 Altar de São Venceslau, de Angelo Caroseli, 1627-30. Santo padroeiro da Hungria, Polônia e Boemia, que sofreu seu martírio em 930.
64 Altar de S. Basílio, representado absorto rezando a Missa, sem notar a chegada do Imperador ariano Valêncio. Mosaico sobre pintura de Pietro Subleyras, 1745
65 Monumento a Bento XIV, de Pietro Bracci, 1769
66 Altar de S. Jerônimo (Sepltura de João XXIII), mosaico segundo pintura de Domenichino, 1614
67 Capela Gregoriana, começada por Michelangelo, concluída por Giacomo della Porta. Construída por Gregório XIII. Contém as sepulturas de Bento XIV e Gregório XVI.
68 Altar da Nossa Senhora do Socorro, pintura sobre madeira de anônima autoria do séc XII, estava na Capela de S. Leo na basílica antiga.
69 Monumento to Gregório XVI, último monge a ser eleito Papa. Trabalho de Luigi Amici 1848-57. As duas figuras laterais são alegorias à Sabedoria (com a coroa de fogo) e Prudência (com o espelho e a serpente). À base uma passagem à Capela do Santo Sacramento.
70 Monumento a Gregório XIV, Prospero da Brescia 1590
71 Monument a Gregory XIII, de Camillo Rusconi 1723. Representa o Papa dando uma benção e promulgando o calendário Gregoria em 1582. Aos lados duas alegorias: uma da Religião (com a tábuas das leis) e outra da Magnificência. O dragão representa o brasão da família Boncompagni, à qual pertencia o Papa.
72 Capela Gregoriana da Benção Sagrada, entrar somente para rezar!
72 Interior: esquerda: Órgão, obra de Marino e Vincenzo da Sulmona
72 Interior: direita: Altar de São Francisco com coluna da Antiga Basílica Constantiniana e mosaico de um desenho de Domenichino, 1630
72 Interior: centro: Altar e tabernáculo do Santíssimo Sacramento, Bernini 1674; pintura: "A Santíssima Trindade", Pietro Berrettini (da Cortona), 1632
72 Teto e paredes: Cenas do Antigo e Novo Testamento, de Gian Battista da Novara, 1627
73 Monumento à Matilda de Canossa, da escola de Bernini 1633-37
74 Monumento a Innocêncio XII, Filippo della Valle 1746. Com alegorias de Caridade (considerada uma obra prima) e Justiça.
75 Monumento a Pio XII, Francesco Messina 1963
76 Capela de S. Sebastião (sepultura de Innocêncio XI), mosaico a partir de pintura de Domenichino 1628-31
77 Monumento a Pio XI,de Francesco Nagni 1949
78 Monumento a Cristina da Suécia, Carlo Fontana 1702. Rainha que abdicou o trono da Suécia e se converteu ao catolicismo - depois conto como esta manobra foi realizada para evitar o casamento ao qual a rainha tinha sido obrigada.

Sepultura de Cristina da Suécia

79 Monumento a Leo XII, de Giuseppe de Fabris 1836. Cabeças de cardinais em segundo plano lembram a eleição deste Papa que afirmou "Vocês estão elegendo um homem morto".
80 Capela da Pietà de Michelangelo. Realizada em marmore de Carrara por um Michelangelo com apenas 23 anos, esse foi o único trabalho que assinou. Observe a mão da Virgem como graciosamente, de um lado apoia o corpo pesado e sem vida de Cristo, do outro é como se aceitasse o seu destino imposto por Deus. Diz-se que o fato da Virgem parecer tão jovem se deve à morte prematura da mãe do artista.

Michelangelo fez uma outra Pietà que gosto muito, a chamada "Pietà Rondanini", que esta' em Milão, e pode ser visitada no Castelo Sforzesco. Trata-se de um trabalho iniciado em 1550 no qual ele trabalhou até o final da sua vida.

S. Pedro com a chave na mão, na saída da Basílica

O ingresso na Basílica é gratuito; e temos sorte, pois na Toscana precisa-se pagar para entrar em muitas igrejas!

OBS.: A BASÍLICA de S. Pedro NÃO é uma Catedral. Uma Catedral é onde tem sede um bispo; o bispo de Roma, que é neste momento o Papa Francesco, que tem sua sede na Basílica de S. João em Latrão!

Horário de abertura: 
Inverno ( de 1° de Outubro à 31 de Março): 07-18.30h
Verão ( de 1° de Outubro à 31 de Março): 07-19h

Como se vestir para ir às igrejas de Roma: joelhos e ombros têm que estar cobertos! Se estiver calor, saias e bermudas abaixo dos joelhos; se tiver camiseta regata, leve um xale de seda na bolsa.

Para subir na cúpola da Basílica de São Pedro: 
Inverno ( de 1° de Outubro à 31 de Março): 08-17h
Verão ( de 1° de Outubro à 31 de Março): 08-18h
Tarifas:
a) elevador até o terraço e a pé 320 degraus: €7
b) a pé 551 degraus: €5

10 comentários:

  1. Que achado o seu blog. Parabens! Ja virei sua seguidora!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Cris! espero sempre de postar coisas u'teis...um abraço, Patricia

    ResponderExcluir
  3. Olá Sou de Portugal-Lisboa e vou dentro de uma semana a Roma,Obrigado plas Dicas e vou aproveitar melhor agora devido ás suas sugestões:))
    Cumprimentos
    Ana Cristina Figueiredo

    ResponderExcluir
  4. Estava procurando foto das estátuas famosas para apresentação em uma aula e acabei entrando no seu blog. Achei suas informações super interessantes. Obrigada.
    Lili Bilar - Salt Lake City,Utah

    ResponderExcluir
  5. boa foto da sepultura da Cristina da Suécia...

    ResponderExcluir
  6. Aproveitem das informaçoes.. e boa viagem!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom! ja imprimi aqui e vou levar quando for para Roma em março :)

    ResponderExcluir
  8. Qual o modelo desse carrinho na capa do Blog? existe no Brasil dele?

    ResponderExcluir
  9. Tucuruí em foco, o carrinho é uma Cinquecento; não, não existe no Brasil.

    ResponderExcluir